Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 10h às 18h.

Notícias

Com 177 obras de artistas de diversas gerações, exposição “Se Arar” se despede da Pinacoteca do Ceará em março

A exposição faz parte da Mostra “Bonito pra Chover”, que marca a abertura do museu, ocorrida em dezembro de 2022.

A exposição “Se Arar” chega aos últimos dias de visitação na Pinacoteca do Ceará – museu que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE) e é gerido em parceria com o Instituto Mirante. Reunindo 177 obras de 171 artistas de diversas gerações da arte cearense, a coletiva pode ser vista até o dia 31 de março.

No museu, a exposição “Se Arar” faz parte da Mostra “Bonito pra Chover”, que permanece com outras duas exposições. Em honra ao centenário de nascimento de dois pintores cearenses, continuam em destaque “No lápis da vida não tem borracha”, individual de Aldemir Martins, e “Amar se aprende amando”, de Antonio Bandeira.

“Se Arar” propõe lançar um olhar sobre a história da arte no Ceará, a partir do diálogo entre obras que integram o acervo do Governo do Estado e obras de artistas convidados. A curadoria é feita por Cecília Bedê, Herbert Rolim, Lucas Dilacerda, Maria Macêdo e Adriana Botelho.

O título da exposição remete aos processos de aragem, preparação e cultivo das terras. “Se Arar é uma proposição poética; é um convite a uma construção coletiva. Para criar outro mundo é preciso, antes, plantá-lo”, definem os curadores na apresentação. Nesse processo, a arte surge como um adubo para o nascimento de um outro mundo, e por isso convida o visitante a adotar um papel ativo nesse processo.

EXPOSIÇÃO COMO ESPAÇO FORMATIVO

A “Se arar”, inaugurada junto com o museu, tem sido espaço para diversas atividades educativas. Desde dezembro de 2022, foram realizadas 579 ações na exposição, alcançando um público de 8.285 pessoas. Sempre às quintas e aos sábados, a equipe de arte-educadores realiza visitas mediadas temáticas no programa “Percursos Entrelaçados”. Já aos domingos, as crianças acompanhadas de seus responsáveis foram convidadas a se encantar com a exposição a partir da visita lúdica “Bonitinho pra Chover”.

Visita mediada com estudantes e acessível em Libras. Foto: Marília Camelo

Nesse período em exposição, também foram muitas as visitas mediadas espontâneas, com curadores, educadores e também com artistas em cartaz que guiaram os visitantes pelos trabalhos, além de grupos escolares e instituições diversas da sociedade civil. Desde o início, a mostra conta com recursos de acessibilidade como audiodescrição, videoguias em Libras e peças táteis.

O período de visitas segue aberto durante o horário de funcionamento do museu, de quinta a sábado, das 12h às 20h, e aos domingos, das 10h às 18h. A entrada é permitida até 30 minutos antes do fechamento do museu.

SOBRE A EXPOSIÇÃO SE ARAR

A exposição “Se Arar” faz parte da mostra Bonito pra chover, que marca a abertura da Pinacoteca do Ceará. Contando com 177 obras, a coletiva de 171 artistas propõe lançar um olhar sobre a história da arte no Ceará, a partir do diálogo entre obras que integram o acervo do Governo do Estado e obras de artistas convidados. A curadoria é de Cecília Bedê, Herbert Rolim, Lucas Dilacerda, Maria Macêdo e Adriana Botelho.

SOBRE A PINACOTECA

Inaugurada em 3 de dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas. Desde a abertura, o museu já recebeu mais de 130 mil pessoas.

SERVIÇO

O que: Últimos dias da exposição “Se Arar”
Quando: até 31 de março
Onde: Pinacoteca do Ceará (Rua 24 de Maio, 34 – Centro, Fortaleza)
Funcionamento: Quinta a sábado, 12h às 20h, e aos domingos, 10h às 18h. Entrada nas exposições até 30 minutos antes do fechamento.
Acesso gratuito

> As obras em exposição têm diferentes classificações indicativas. Aquelas consideradas não recomendadas para crianças ou adolescentes estão sinalizadas no ambiente expositivo ou próximo às obras.
> Crianças até 12 anos só podem entrar acompanhadas de um adulto responsável.

Confira AQUI o presskit da exposição.

 

Texto de Alessandro Fernandes, sob supervisão de Raphaelle Batista. 

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo