Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 9h às 17h.

Notícias

Férias na Pinacoteca do Ceará: exposições, debate, visitas mediadas e atividades infantis

Na primeira semana de janeiro, além das atividades formativas, o museu organiza mais uma Conversa de Ateliê e convida as crianças para o Ateliê Criança Cria

A Pinacoteca do Ceará começa o ano com debate, visitas mediadas e atividades para crianças. No mês das férias, o museu, que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE) e é gerido em parceria com o Instituto Mirante, convida ainda o público para visitar as exposições do equipamento em cartaz. 

A programação tem início na quinta-feira (4), com o Percursos Entrelaçados “Nascedouros: Os olhos choram um mar“. A visita, que ocorre das 16h às 17h, tem mediação de Andrea Dalveroni e Mateus Araújo, com o objetivo de dialogar sobre os olhares poéticos que envolvem o oceano.  A proposta é promover um passeio sensível pela exposição “Leonilson e Das amizades”, especialmente nos trabalhos que fazem referência ao mar e aos desejos por amor e liberdade. Com classificação indicativa livre, a atividade busca ainda um diálogo com as obras das amizades presentes no pavilhão expositivo. Além disso, a dupla de mediadores leva os participantes para a exposição “Se arar” com destaque para obras que suscitam relações com água, afeto e pertencimento. 

Também na quinta-feira (4), o museu recebe a artista Linga Acácio para a Conversa de Ateliê: Movimentos parasitas, por uma convivência visceral. A atividade conta com a apresentação do texto “Movimentos parasitas, por uma convivência visceral”, além da obra instalativa “Zona de convivência” realizada no Palais de Tokyo (FRA), em 2023. A pesquisa da artista reflete sobre os impactos pandêmicos da Covid-19, mas também da epidemia de HIV, na saúde e no cotidiano. Linga Acácio relembra as contribuições históricas de prevenção encabeçadas por pessoas trans e travestis. Além disso, questiona as matrizes de poder que agenciam a sorofobia (medo ou preconceito com pessoas soropositivas). A conversa tem início às 17h no Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará. Conta também com acessibilidade em Libras e classificação indicativa de 18 anos. 

Linga Acácio é uma mulher negra com cabelos cacheados. Ela tem várias tatuagens pelo corpo e a foto foi feita de baixo com o céu azul acima.
Linga Acácio Foto: Acervo pessoal da artista

O fim de semana tem início com o “Percursos Entrelaçados: linhas e gestos do Leonilson” no sábado (6), das 16h às 17h. A atividade propõe uma investigação sensível às obras da exposição  “Leonilson e Das amizades”, buscando evidenciar os gestos, linhas, técnicas e temporalidades poéticas do artista. A visita tem classificação indicativa livre e será mediada por Amanda Oliveira e Weverson Martins.

A programação finaliza no domingo (7) com o Ateliê Criança Cria “De ponto em ponto: criança cria e borda”. Nesta edição, o objetivo é experimentar e desenvolver criações com linhas a partir dos bordados presentes na obra de Leonilson. A atividade ocorre em duas edições, das 10h às 11h e das 15h às 16h com mediação de Bárbara Abril, Beatriz Gurgel e Simone Barreto.

SOBRE A PINACOTECA 

Inaugurada em 3 de dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas. 

SERVIÇO

O que: Programação da Pinacoteca do Ceará – 4 a 7 de janeiro

> Quinta-feira, 4.1
16h às 17h
Percursos Entrelaçados – “Nascedouros: Os olhos choram um mar”
Mediação: Andrea Dalveroni e Mateus Araújo
Onde: Exposições “Se Arar” e “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação indicativa: livre
Inscrições por ordem de chegada

> Quinta-feira, 4.1
17h
Conversa de Ateliê: Movimentos parasitas, por uma convivência visceral
Onde: Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará
Classificação Indicativa: não recomendado para menores de 18 anos
Inscrição por ordem de chegada (25 vagas)
Acessível em Libras

> Sábado, 6.1
16h às 17h
Percursos Entrelaçados – “Linhas e Gestos de Leonilson”
Mediação: Amanda Oliveira e Weverson Martins
Onde: Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação indicativa: livre
Inscrições por ordem de chegada
Acessível em Libras

> Domingo, 7.1
10h às 11h | 15h às 16h
Ateliê Criança Cria – “De ponto em ponto: criança cria e borda”
Mediação: Simone Barreto, Bárbara Abril e Beatriz Gurgel
Onde: Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará
Classificação Indicativa: crianças a partir de 3 anos
Acessível em Libras

> Todas as atividades são gratuitas.
> As exposições têm classificação livre para todos os públicos. Obras que possam ser consideradas não recomendadas para crianças ou adolescentes estarão indicadas na sinalização do espaço.
> A programação infantil requer sempre o acompanhamento de um adulto responsável por cada criança.
> A Pinacoteca do Ceará dispõe dos seguintes recursos de acessibilidade: audiodescrição, abafadores de ruídos, videoguias em Libras, cadeira de rodas, intérpretes de Libras e peças táteis

Exposições em cartaz:

Mostra “Bonito Pra Chover”: “Se Arar”, “No Lápis da Vida Não Tem Borracha” e “Amar se Aprende Amando” – até o primeiro trimestre de 2024.

Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades” – até 26 de maio de 2024.

Visitas de quinta a sábado, das 12h às 20h, e domingos, de 10h às 18h.

 

Texto de Alessandro Fernandes, sob supervisão e edição de Raphaelle Batista e Silvia Bessa. 

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo