Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 10h às 18h.

Notícias

Jota Mombaça participa de Conversa de Ateliê na Pinacoteca do Ceará

A artista Jota Mombaça. Foto: Jhony Aguiar

A atividade ocorre no sábado (2), no auditório do museu, com entrada gratuita. São 100 vagas a serem preenchidas por meio de inscrição prévia

A Pinacoteca do Ceará – museu que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE) e é gerido em parceria com o Instituto Mirante –, convida o público para participar da “Conversa de Ateliê: afundamento, assombração e escala” com a artista Jota Mombaça, que conduz um diálogo sobre noções de controle, intuição e escala na prática material em arte contemporânea.

A atividade ocorre neste sábado (2), às 17h, no auditório da Pinacoteca do Ceará, e tem a parceria da Escola Porto Iracema das Artes, que também integra a Rece. Este ano, a artista atua como tutora da edição do Laboratório de Artes Visuais da instituição formativa. Para participar, é preciso preencher o formulário disponível AQUI entre os dias 27 e 29 de fevereiro. Haverá interpretação em Libras.

Obra da exposição coletiva “Le bruit de la chair. Partition pour gina pane”

O evento pretende elaborar sobre noções de controle, intuição, e escala na prática material da artista em arte contemporânea, tomando como ponto de partida o vídeo waterwill (2022) e a série de assombrações — esculturas e instalações produzidas com materiais previamente afundados em distintos corpos d’água do planeta.

O programa Conversa de Ateliê, realizado pela Pinacoteca do Ceará, convida pessoas que atuam no campo cultural para compartilhar experiências e pesquisas sobre processos artísticos ou técnicos que perpassam a  atividade de um museu. Os encontros proporcionam trocas e oferecem qualificação a artistas, produtores, museólogos, curadores, expógrafos e educadores, entre outros profissionais.

SOBRE A ARTISTA

Jota Mombaça nasceu em 1991 na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. Vive e trabalha em trânsito. É uma artista indisciplinar cujo trabalho deriva da poesia, da teoria crítica e da performance. A materialidade sônica e visual das palavras opera um importante papel na sua prática, bem como a resiliência, memória e efemeridade dos materiais. Seu trabalho frequentemente se relaciona com crítica anti-colonial, desobediência de gênero, migração e a crise climática. Já apresentou trabalhos em diversos contextos institucionais, como as 32ª e 34ª Bienal de São Paulo, 10ª Bienal de Berlim, 22ª Bienal de Sydney e 46ª Salão Nacional de Artistas da Colômbia. É autora do livro NÃO VÃO NOS MATAR AGORA, publicado em Portugal em 2019 pela EGEAC e no Brasil em 2021 pela Editora Cobogó.

SOBRE A PINACOTECA

Inaugurada em 3 de dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas.

SERVIÇO

O que: Conversa de Ateliê: afundamento, assombração e escala com Jota Mombaça
Quando: sábado, 2 de março, às 17h
Onde: Auditório da Pinacoteca do Ceará (Rua 24 de Maio, 34 – Centro, Fortaleza)
Classificação indicativa:
100 vagas
Inscrições de 27 a 29 de fevereiro pelo link: https://forms.gle/LPZMfcbDatpqkuES8
Acessível em Libras

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo