Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 10h às 18h.

Notícias

Performance “Negrociação” e passeio pela obra de Leonilson são destaque na Pinacoteca do Ceará

Vista da exposição "Amar se aprende amando", de Antonio Bandeira. Foto: Jorge Silvestre.

As atividades, que acontecem entre os dias 21 e 24 de março, são gratuitas. O museu oferece ainda visitas em Libras, atividade com bebês e oficina para crianças autistas

A programação do mês de março na Pinacoteca do Ceará une diferentes linguagens artísticas, experiências imersivas e temáticas que abrangem diferentes públicos. Nesta semana, de 21 a 24, os destaques da programação são a performance “Negrociação”, do artista carioca Yhuri Cruz, e a “Oficina Nascedouros: o peixe vai até o mar”, que propõe uma experiência imersiva a partir da obra do cearense Leonilson. O museu, que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE) e é gerido em parceria com o Instituto Mirante, contará ainda com visita mediada em Libras, atividade com bebês e oficinas para crianças autistas.

A programação tem início na quinta-feira (21), com a “Oficina Nascedouros: o peixe vai até o mar”, das 15h às 18h. A atividade convida o público a vivenciar uma experiência imersiva por meio da visita mediada, que tem início na exposição “Leonilson e Das Amizades”, na Pinacoteca do Ceará, e segue para a Praia de Iracema, no local onde está a obra “Caixa d’água dos peixinhos”. Esta é a única produção do artista em um ambiente público. A atividade é voltada para pessoas a partir de 14 anos, terá mediação da arte-educadora Andrea Dalveroni e contará com interpretação em Libras. O museu fornecerá transporte para os participantes. Para participar, é preciso preencher o formulário disponível AQUI entre os dias 16 e 19 de março.

Na sexta-feira (22) e no sábado (23), das 15h às 16h, as exposições em cartaz podem ser conhecidas em uma nova faixa de horário, com a condução da equipe de educadores da Pinacoteca do Ceará. A participação nas Visitas Mediadas é por ordem de chegada e cada grupo conta com até 20 pessoas. A atividade tem classificação indicativa livre e acessibilidade em Libras.

No sábado (23), o museu realiza mais uma edição das “Oficinas de Ateliê: Caderno de Artista”, das 14h às 16h. O encontro busca enriquecer a vivência dos participantes por meio de distintas expressões artísticas. Este mês, o espaço do ateliê será dedicado para a produção de cadernos de artista. Serão disponibilizados materiais para as criações do público. A atividade conta com 10 vagas e tem classificação indicativa de 15 anos. A mediação é de Gi Monteiro e Lígia Bessa. Haverá interpretação em Libras.

PERFORMANCE E VISITA EM LIBRAS

O artista Yhuri Cruz na performance “Negrociação”, que será realizada em 23 de março, na Pinacoteca do Ceará. Foto: Ding-Musa

O artista e dramaturgo carioca Yhuri Cruz realiza a performance “Negrociação #4: Minha língua está em sua boca e eu a quero de volta” no sábado (23), das 14h às 18h, no auditório do museu. A cena faz parte da série de dramaturgias de emancipação do artista e busca inventar uma forma de dramatizar a transação da imagem de Anastácia Livre. Acompanhado dos performers cearenses Clau Moreira, Jan Moreira, Luli Pinheiro e Mateus Araújo, o artista propõe colecionar as línguas do público em troca das camisas com a imagem de Anastácia Livre. A atividade é realizada em parceria com a escola Porto Iracema das Artes e as vagas estão sujeitas à capacidade do auditório, que possui 100 cadeiras. As inscrições serão por ordem de chegada, a partir das 13h.

Foto: Marília Camelo

Também no sábado (23), das 16h às 17h, o museu realiza uma Visita Educativa em Libras na exposição “Leonilson e Das amizades”. A mediação será feita pelo educador surdo Weverson Martins, em um diálogo com os participantes feito totalmente em Libras, adotando como proposta o estímulo à experiência estética e o incentivo ao pensamento crítico e reflexivo sobre arte, cultura surda e memória. A classificação indicativa é livre e a atividade contará com interpretação para a Língua Portuguesa.

 

 

ATELIÊ PARA BEBÊS E OCUPAÇÃO AZUL

Foto: Jorge Silvestre.

O domingo (24) abre as portas para a programação infantil com o “Ateliê para Bebês: O pequeno grande rio”. O programa visa a fruição e experimentação artística e estética de bebês de 6 a 24 meses, acompanhados por seus familiares. A atividade ocorre das 10h às 11h no Ateliê 1 e tem o objetivo de proporcionar às crianças a experiência sensorial em piscinas infláveis com diversos materiais, seguindo as ondas de sentidos presentes nas criações de Leonilson. Essa edição é inclusiva, sendo acessível para crianças surdas e CODA. A mediação é de Weverson Martins, Janaína Bento e Érica Xita, e conta ainda com acessibilidade em Libras. São disponibilizadas 15 vagas, com inscrições prévias através de formulário disponível AQUI.

Foto: Jorge Silvestre

Também no domingo (24) a Pinacoteca realiza a oficina OcupAção Azul, das 14h às 16h, no Ateliê 1 do museu. A iniciativa tem o objetivo de promover a comunicação e a aprendizagem de pessoas autistas na exposição “Leonilson e Das amizades”. As atividades serão conduzidas por meio de oficinas lúdicas e diversas, a fim de explorar o tema da exposição e praticar a confecção de materiais criativos. O programa é voltado para crianças autistas de 6 a 12 anos e será mediado por Rosy Laurentino. Ao todo, são disponibilizadas 10 vagas e as inscrições devem ser feitas AQUI entre os dias 20 e 22 de março.

Encerrando o domingo (24) com programação infantil, a visita mediada “Bonitinho Pra Chover” ocorre das 15h às 16h. Voltada para os pequenos a partir de 4 anos, a atividade propõe um caminho orientado pela curiosidade das crianças que, por meio de um mapa ilustrado e com a orientação da equipe educativa, podem imaginar mundos possíveis a partir das obras expostas na Mostra Bonito pra Chover. A mediação será de Wallison Azevedo e Beatriz Gurgel. Haverá interpretação em Libras.

SOBRE A PINACOTECA

Inaugurada em 3 de dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas.

SERVIÇO

O que: Programação da Pinacoteca do Ceará – 21 a 24 de março

> Quinta-feira, 21.3
15h às 18h
Oficina Nascedouros: o peixe vai até o mar
Mediação: Andrea Dalveroni
Onde: Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação Indicativa: 14 anos
Inscrições: 15 a 19 de março
Formulário disponível AQUI
Acessível em Libras

> Sexta-feira, 22.3
15h às 16h
Visitas mediadas
Onde: Mostra Bonito pra chover e exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação indicativa: Livre
Acessível em Libras

> Sábado, 23.3
14h às 16h
Oficinas de ateliê – Caderno de artista
Mediação: Gi Monteiro e Lígia Bessa
Onde: Pinacoteca do Ceará e Ateliê 3
10 vagas | Inscrição por ordem de chegada
Para pessoas a partir de 15 anos
Acessível em Libras

> Sábado, 23.3
15h às 16h
Visitas mediadas
Onde: Mostra Bonito pra chover e exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação indicativa: Livre
Acessível em Libras

> Sábado, 23.3
14h às 18h
Performance “Negrociação #4: Minha língua está em sua boca e eu a quero de volta”, com Yhuri Cruz
Onde: Auditório da Pinacoteca do Ceará
Classificação indicativa: Livre
Inscrições por ordem de chegada a partir das 13h
100 vagas
Acessível em Libras

> Sábado, 23.3
16h às 17h
Visita em Libras – programa de ações formativas acessível
Mediação: Weverson Martins
Onde: Mostra Bonito pra chover – exposições “Se Arar”, “No Lápis da Vida não tem Borracha” e “Amar se Aprende Amando”
Classificação indicativa: Livre
Interpretação em Libras

> Domingo, 24.3
10h às 11h
Ateliê para Bebês: O pequeno grande rio
Mediação: Weverson Martins, Janaína Bento e Érica Xita
Onde: Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará
Classificação Indicativa: bebês de 6 a 24 meses
Inscrições: de 19 a 22 de fevereiro por meio do link disponível AQUI
15 vagas
Acessível em Libras

> Domingo, 24.3
14h às 16h
Oficina OcupAção Azul com Rosy Laurentino
Onde: Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará
Para crianças autistas de 6 a 12 anos
Inscrições: 20 a 22 de março por meio do link disponível AQUI
10 vagas

> Domingo, 24.3
15h às 16h
Bonitinho Pra Chover
Mediação: Wallison Azevedo e Beatriz Gurgel
Onde: Pinacoteca do Ceará
Classificação indicativa: para crianças a partir de 4 anos
Acessível em Libras

> Todas as atividades são gratuitas.
> As obras em exposição têm diferentes classificações indicativas. Atente para a sinalização daquelas não recomendadas para crianças ou adolescentes.
> A programação infantil requer sempre o acompanhamento de um adulto responsável por cada criança.
> A Pinacoteca do Ceará dispõe dos seguintes recursos de acessibilidade: audiodescrição, abafadores de ruídos, videoguias em Libras, cadeira de rodas, intérpretes de Libras e peças táteis

Exposições em cartaz:

Mostra “Bonito Pra Chover”:
“Se Arar”– até 31 de março
“No Lápis da Vida Não Tem Borracha” – até o primeiro trimestre de 2024
“Amar se Aprende Amando” – até o primeiro trimestre de 2024

Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades” – até 26 de maio de 2024

Visitas de quinta a sábado, das 12h às 20h, e domingos, de 10h às 18h. Entrada nas exposições até 30 minutos antes do fechamento do museu.

 

Texto de Alessandro Fernandes, sob supervisão de Raphaelle Batista. 
Contato: [email protected] 

 

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo