Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 10h às 18h.

Notícias

Inscrições abertas para oficina sobre alfabetização crítica e educação democrática na arte

Formação ocorre nos dias 25, 26 e 27 de outubro, das 9h às 12h, e as inscrições podem ser realizadas até o próximo dia 22 via formulário online

A Pinacoteca do Ceará – museu que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE), gerido em parceria com o Instituto Mirante –, abre inscrições a partir desta terça-feira (17) para a oficina gratuita “Alfabetização crítica e educação democrática como contexto para arte”. A formação ocorre nos dias 25, 26 e 27 de outubro, das 9h às 12h, ministrada pelo artista e pesquisador Traplev.

A oficina tem como público principal professores, educadores, profissionais da educação e demais pessoas interessadas no tema. Ao todo, são ofertadas 20 vagas para a formação, que será realizada no Ateliê 3. As inscrições podem ser feitas por meio do formulário disponível AQUI até o próximo domingo, 22 de outubro, ou conforme o preenchimento do número de vagas.

Nos encontros, serão apresentadas as contribuições de educadores, cineastas, artistas e pensadores para a compreensão do papel de uma educação emancipadora na consolidação de um regime democrático e da constituição de um país menos desigual. A oficina aborda o projeto de educação democrática de Anísio Teixeira e o programa de Alfabetização de Adultos, desenvolvido no início da década 1960 por Paulo Freire. Esses fundamentos foram a base de inspiração para o programa de re-alfabetização política chamado Almofadas Pedagógicas, concebido por Traplev.

Além disso, serão apresentados os filmes “Maioria Absoluta”, de Leon Hirszman (1964) e “A Luta do Povo”, de Renato Tapajós (1980), assim como outras referências culturais. A oficina busca, ainda, debater o pensamento da historiadora Maria Beatriz do Nascimento e a obra Pedagogia do Oprimido (1968), do educador pernambucano Paulo Freire.

SAIBA MAIS

Traplev, artista e mestre em artes visuais.

Realizada na Pinacoteca do Ceará, a oficina faz parte do programa Almofadas Pedagógicas, ferramenta didática desenvolvida pelo artista Traplev. O principal objetivo do projeto é traçar uma linha histórica do Brasil a partir dos projetos de educação democrática de Anísio Teixeira (1950) e Paulo Freire (1960). Além disso, a formação promove uma reflexão sobre o caminho que o País traçou para si e para seu futuro, assim como o papel da arte no processo histórico de conscientização crítica.

Traplev é artista e mestre em artes visuais (2007) pela Universidade do Estado de Santa Catarina e doutorando pelo Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2023). Foi co-fundador e editor geral da publicação RECIBO de artes visuais (2002-2015), que distribuiu cerca de 74 mil exemplares impressos em 18 números publicados.

Com referência direta ao método de alfabetização crítica de Paulo Freire – do início de 1960 -, o programa também se inspira nos estudos de educação democrática de Anísio Teixeira e nas noções descoloniais de Grada Kilomba e bell hooks.

SOBRE A PINACOTECA

Inaugurada em dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas.

SERVIÇO

O quê: Oficina de alfabetização crítica e educação democrática
Quando: 25, 26 e 27 de outubro, de 9h às 12h
Onde: Ateliê 3 da Pinacoteca do Ceará (Rua 24 de Maio, s/n – Centro, Fortaleza)
Inscrições: 17 a 22 de outubro pelo link https://forms.gle/suyAQXZHE1es7W3N8

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo