Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 10h às 18h.

Notícias

Pinacoteca do Ceará oferece oficina de bordado para surdos, visitas mediadas e atividades infantis

A foto mostra um arte educador da Pinacoteca do Ceará, que tem pele negra, cabelos crespos e brincos na orelha. Há, também, sete crianças observando as obras no museu na Mostra Bonito pra Chover.
Vista da exposição "No lápis da vida não tem borracha", de Aldemir Martins. Foto: Marília Camelo

As atividades formativas voltadas para a comunidade surda se inserem nas atividades do Mês da Lei de Libras. O equipamento também realiza atividades infantis no domingo (14)

Oficina de bordado voltada para a comunidade surda, visitas mediadas temáticas e atividades infantis são algumas das atividades na programação semanal da Pinacoteca do Ceará. O museu, que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE) e é gerido em parceria com o Instituto Mirante, convida o público a conferir ainda os trabalhos dos artistas cearenses Antonio Bandeira, Aldemir Martins e Leonilson, que estão em cartaz de quinta a sábado, das 12h às 20h, e aos domingos, de 10h às 18h. O acesso é inteiramente gratuito.  

A programação tem início com o “Percursos Entrelaçados: Crônicas do Inconsciente” na quinta-feira (11), das 16h às 17h. O programa convida os participantes a uma visita sinestésica por meio dos sentidos, movimentos do corpo e elementos da natureza presentes na exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”. A mediação será feita por Liza Maria e Janaína Bento, além de contar com interpretação em Libras

Na sexta-feira (12) e no sábado (13), das 15h às 16h, o público pode conhecer todas as exposições em cartaz por meio das Visitas Mediadas, conduzidas pela equipe educativa do museu. Atualmente, a Pinacoteca do Ceará conta com as individuais “Amar se aprende amando”, de Antonio Bandeira, e “No lápis da vida não tem borracha”, de Aldemir Martins, da Mostra Bonito Pra Chover, além da coletiva “Leonilson e Das Amizades”

A classificação indicativa é livre e haverá interpretação em Libras. Para participar, basta comparecer ao ponto de encontro, próximo à recepção, 15 minutos antes do horário ofertado e fazer sua inscrição. A participação é por ordem de chegada, no limite de até 20 pessoas por grupo.

OFICINAS DE ATELIÊ CELEBRAM MÊS DA LEI DE LIBRAS

Neste mês em que celebramos a Lei de Libras, sancionada em 24 de abril de 2002, todas as Oficinas de Ateliê serão exclusivamente voltadas para pessoas surdas ou sinalizantes de Libras. Neste sábado (13), o museu realiza a edição “Bordado: usando as mãos”, que ocorre das 14h às 16h, com a tradutora e intérprete de Libras Samantha Alves. A oficina integra mediação e prática, proporcionando um ambiente de partilha e experimentação no bordado, inspirado pelas obras da exposição “Leonilson e Das amizades”. A ideia é que o público dialogue sobre bordado enquanto divide histórias pessoais e explora a relação com a arte, os artistas e suas criações. São disponibilizadas 10 vagas para a atividade, que será realizada no Ateliê 3. 

O “Percursos Entrelaçados: Turbulências e Mergulhos” acontece também no sábado (13), das 16h às 17h, e propõe uma visita ao imaginário criativo de Leonilson a partir de suas simbologias singulares envolvendo os sentimentos e perspectivas do artista. A mediação será feita por Érica Xita, tem classificação indicativa livre e interpretação em Libras.

A programação finaliza no domingo (14) com o Ateliê Criança Cria “De ponto em ponto: criança cria e borda”. Nesta edição, o objetivo é experimentar e desenvolver criações com linhas a partir dos bordados presentes na obra de Leonilson. A atividade ocorre em duas edições, das 10h às 11h e das 15h às 16h, com mediação de Lígia Bessa e Liza Maria no Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará. 

SOBRE A PINACOTECA 

Inaugurada em 3 de dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas. 

SERVIÇO 

O que: Programação da Pinacoteca do Ceará – 11 a 14 de abril

> Quinta-feira, 11.4

16h às 17h

Percursos Entrelaçados: Crônicas do Inconsciente

Mediação: Liza Maria e Janaína Bento

Onde: Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”

Classificação indicativa: Livre

Acessível em Libras

> Sexta-feira, 12.4

15h às 16h

Visitas mediadas

Onde: Mostra Bonito pra chover e exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades” 

Classificação indicativa: Livre

Acessível em Libras

> Sábado, 13.4

14h às 16h

Oficinas de Ateliê – Bordado: usando as mãos

Mediação: Samantha Alves

Onde: Ateliê 3 da Pinacoteca do Ceará 

Classificação indicativa: Livre

Para pessoas surdas e sinalizantes em Libras a partir de 15 anos

10 vagas | Inscrições por ordem de chegada

Acessível em Libras

> Sábado, 13.4

15h às 16h

Visitas mediadas

Onde: Mostra Bonito pra chover e exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades” 

Classificação indicativa: Livre

Acessível em Libras

> Sábado, 13.4

16h às 17h

Percursos Entrelaçados: Turbulências e Mergulhos

Mediação: Érica Xita

Onde: Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”

Classificação indicativa: Livre

Acessível em Libras

> Domingo, 14.4

10h às 11h | 15h às 16h

Ateliê Criança Cria – “De ponto em ponto: criança cria e borda”

Mediação: Lígia Bessa e Liza Maria

Onde: Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará 

Classificação Indicativa: crianças a partir de 5 anos

Acessível em Libras

> Todas as atividades são gratuitas. 

> As obras em exposição têm diferentes classificações indicativas. Atente para a sinalização daquelas não recomendadas para crianças ou adolescentes. 

> A programação infantil requer sempre o acompanhamento de um adulto responsável por cada criança. 

> A Pinacoteca do Ceará dispõe dos seguintes recursos de acessibilidade: audiodescrição, abafadores de ruídos, videoguias em Libras, cadeira de rodas, intérpretes de Libras e peças táteis 

Exposições em cartaz: 

Mostra “Bonito Pra Chover”: 

“No Lápis da Vida Não Tem Borracha” – até 1º de setembro de 2024 

“Amar se Aprende Amando” – até 1º de setembro de 2024 

Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades” – até 26 de maio de 2024. 

Visitas de quinta a sábado, das 12h às 20h, e domingos, de 10h às 18h.  

 

Texto de Alessandro Fernandes, sob supervisão de Raphaelle Batista.
Contato: [email protected]

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo