Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 10h às 18h.

Notícias

Pinacoteca do Ceará realiza Conversa de Ateliê e lançamento de livro com o escritor Joca Terron

As atividades ocorrem no dia 1º de março, às 18h, no auditório do museu. O acesso é gratuito.

A Pinacoteca do Ceará – museu que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE) e é gerido em parceria com o Instituto Mirante –, realiza mais uma edição do projeto Conversa de Ateliê, com o escritor Joca Terron. Na próxima sexta-feira (1º), o autor faz a palestra “Distopia e utopia na ficção brasileira” e lança seu livro “Onde pastam os minotauros” (Todavia) durante o evento.

A atividade ocorre a partir das 18h no auditório da Pinacoteca do Ceará. Durante o encontro, o autor irá debater a ficção brasileira mais recente e como ela tem demonstrado uma sintonia com os dramas contemporâneos. Para Terron, vivemos com a constante sensação de um possível fim do mundo, ainda que isso ocorra desde o início do período modernista na literatura.

O diálogo entre as raízes históricas da literatura brasileira e a ficção distópica contemporânea revela um intricado tecido de reflexão e antecipação. À medida que as raízes culturais originárias incorporam elementos utópicos, como a exaltação da natureza e a concepção do paraíso na Terra, Joca Terron observa que a “literatura da seca” serve como precursora dos movimentos distópicos presentes na ficção contemporânea.

Esta reflexão propõe uma análise profunda sobre como a literatura aborda artisticamente a atual crise ambiental e humanitária, tecendo uma narrativa que transcende as fronteiras temporais.

Após a Conversa de Ateliê, Terron lançará o livro “Onde pastam os minotauros” (Todavia), ambientado no Mato Grosso. A obra recebeu o Prêmio APCA de romance 2023 e reúne mitologia, poesia e tragédias recentes do país na trama. O livro dá sequência aos romances anteriores de Joca Reiners Terron, nos quais a diagnose selvagem da realidade social se expressa por meio de uma fabulação alucinante.

Sobre o escritor

Joca Reiners Terron nasceu em Cuiabá, em 1968. Publicou, entre outros, “Do fundo do poço se vê a lua” (Prêmio Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional, 2010), “Noite dentro da noite” (2017), “A morte e o meteoro” (2019) e “O riso dos ratos” (2021), os dois últimos pela Todavia. Atualmente, vive em São Paulo.

Sobre a obra

“Onde pastam os minotauros” (Todavia, 2023) é ambientado em um Mato Grosso a um só tempo imaginário e perturbadoramente próximo da realidade, no qual a poeira “tem a mesma cor do sangue coagulado”. O livro dá sequência aos romances anteriores de Joca Reiners Terron, nos quais a diagnose selvagem da realidade social se expressa por meio de uma fabulação alucinante. Mitologia, poesia e tragédias recentes do país surgem numa trama cheia de suspense, narrada quase minuto a minuto no transcorrer de um dia, mas também pontuada por visões do passado recente e longínquo, como fragmentos de sonho compondo um único e grande pesadelo.

SOBRE A PINACOTECA

Inaugurada em 3 de dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas.

SERVIÇO

O que: Conversa de Ateliê “Distopia e utopia na ficção brasileira”, com Joca Terron
Quando: sexta-feira, 1º de março, 18h
Onde: Auditório da Pinacoteca do Ceará (Rua 24 de Maio, 34 – Centro, Fortaleza)
Classificação indicativa: Livre
Acessível em Libras

Livro “Onde pastam os minotauros” de Joca Terron
Editora: Todavia
184 páginas

 

Texto de Alessandro Fernandes, sob supervisão e edição de Raphaelle Batista. 

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo