Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 9h às 17h.

Notícias

Pinacoteca do Ceará recebe curador Josué Mattos em aula aberta sobre conexões entre arte e agroecologia

A atividade acontece no próximo sábado (17), às 17h, no auditório da Pinacoteca, com acesso gratuito

“Afagar a terra
Conhecer os desejos da terra
Cio da terra, a propícia estação
E fecundar o chão”
(O Cio da Terra, de Chico Buarque e Milton Nascimento)

Pensar as relações entre arte e agroecologia a partir de experimentos com artistas, agricultores e movimentos sociais de direito à terra. Esta é a ideia da aula aberta “Ciclos de fertilidade e pausa: relações entre arte e agroecologia” que a Pinacoteca do Ceará realiza no próximo sábado (17), às 17h, com o historiador da arte e curador catarinense Josué Mattos. A atividade acontece no auditório da Pinacoteca, com acesso gratuito.

A discussão parte dos versos de “O cio da terra”, canção de 1977 composta por Chico Buarque e Milton Nascimento, que deu origem aos chamados laboratórios cíclicos. Numa brincadeira de sentidos entre substantivo e artigo, ele transforma “o cio” em “ócio” e apresenta uma perspectiva de “reflorestamento” do pensamento a partir da arte e da agroecologia, em diálogo com a crítica da filósofa indiana Vandana Shiva à “monocultura mental”.

A adoção de princípios cíclicos da agroecologia, lembra Josué, colabora com a implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU em instituições culturais, por meio da arte. “Ao levarmos em conta que mais de 70% da população global viverá em áreas urbanas e periurbanas até 2050, e que o direito à vida e o futuro tendem a esbarrar sempre mais com crises humanitárias que desencadeiam destruição ambiental, aquecimento global, epidemias e escassez de recursos naturais, é de importância crucial o encontro de experiências biodiversas e vozes plurais atentas aos bens comuns que preservam a vida”, explica Josué.

Desde 2019 envolvido no projeto de construção do Centro Cultural Veras, em Florianópolis, o pesquisador, curador premiado e ex-diretor do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) traz para a capital cearense alguns dos conceitos que norteiam as ações do espaço transcultural que será inaugurado em breve, de forma independente, no centro da Ilha de Santa Catarina. Arte, yoga, educação e sustentabilidade são os pilares da iniciativa que busca aproximar ações artísticas, éticas e espirituais.

SOBRE JOSUÉ MATTOS

Josué Mattos é historiador da arte e curador. Graduou-se em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X Nanterre, onde obteve o título de Master 1 e 2 em História da Arte Contemporânea. Em 2009, concluiu o mestrado em Práticas Curatoriais, na Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne. A convite do Sesc-SP, concebeu e assumiu a curadoria geral da primeira edição de Frestas – Trienal de Artes / O que seria do mundo sem as coisas que não existem? e Nossa proposição é o diálogo, em Sorocaba (2014-2015). Entre os projetos realizados, destaca-se o programa de ações e performances É crédito ou débito? (Sesc SP, 2010-2013), que circulou por 90 cidades do Estado de São Paulo. Obteve o Prêmio CNI SESI SENAI Marcantônio Vilaça para as Artes Visuais (categoria curador), com o projeto Brasil Desamparado, montado no Museu Histórico Nacional (RJ), Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Museu de Arte de Santa Catarina e Museu de Arte Contemporânea de Goiás. Foi diretor do Museu de Arte de Santa Catarina e curador residente de Aomori Contemporary Art Centre, em Aomori, Japão (2018). Desde 2019 ocupa-se em construir e inaugurar o Centro Cultural Veras, em Florianópolis.

SOBRE A PINACOTECA

A Pinacoteca do Ceará é um museu que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (Rece – SECULT CE). Inaugurada em dezembro de 2022, tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas.

SERVIÇO

O que: Aula aberta “Ciclos de fertilidade e pausa: relações entre arte e agroecologia”, com Josué Mattos
Quando: Sábado, 17, às 17h
Onde: Auditório da Pinacoteca do Ceará (Rua 24 de maio, s/n, Centro)
Gratuito | Inscrições por ordem de chegada
Acessível em Libras

 

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo