Procurar

HORÁRIOS: de quinta a sábado, de 12h às 20h e domingo, de 10h às 18h.

Notícias

Programação da Pinacoteca do Ceará traz debates sobre arte indígena contemporânea e a relação entre artemídia e conservação

Visitas mediadas no programa “Percursos Entrelaçados”, além da programação infantil, também integram as atividades

A Pinacoteca do Ceará, que integra a Rede de Equipamentos e Espaços Culturais da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT CE) e é gerida em parceria com o Instituto Mirante, traz nesta semana debates sobre dois temas importantes das artes visuais: a arte indígena contemporânea e a relação entre artemídia e conservação. O museu realiza, ainda, visitas mediadas livres e temáticas, oficina de crochê, além da programação infantil.

A programação tem início na quinta-feira (18), às 15h, com a Conversa de Ateliê “Cosmopigmentação: Filosofando com a arte indígena contemporânea”, com a artista e curadora indígena Merremii Karão Jaguaribaras. A atividade vai explorar a arte em seu contexto geral, destacando as possibilidades de utilização de materiais provenientes da natureza. A ação formativa acontece no Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará, tem classificação indicativa livre e são disponibilizadas 20 vagas. É preciso preencher o formulário entre os dias 15 e 17 de abril. Mais informações estão disponíveis AQUI.

Na sexta-feira (19), o museu recebe o artista e pesquisador André Parente para a aula aberta “Os territórios da artemídia e os desafios da sua conservação”, a partir das 18h, no auditório da Pinacoteca do Ceará. No encontro, serão discutidas as principais tendências da artemídia ou arte e novas tecnologias, com foco na obra de artistas brasileiros. O pesquisador vai abordar também as questões relacionadas à dimensão temporal, espacial e generativa dessas obras, assim como os desafios museológicos no processo de conservação. A aula aberta conta com interpretação em Libras e capacidade para 100 pessoas.

Na sexta-feira (19) e no sábado (20), das 15h às 16h, a equipe educativa da Pinacoteca do Ceará realiza Visitas Mediadas livres. O momento é um convite para as pessoas que desejam visitar o museu e conhecer as principais obras da “Mostra Bonito pra Chover”, da exposição “Leonilson e Das amizades” e da Mostra Acervo Pinacoteca do Ceará. Além da classificação indicativa livre, a visita conta com interpretação em Libras. Para participar, basta comparecer à recepção, 15 minutos antes do horário ofertado e fazer sua inscrição. A participação é por ordem de chegada, no limite de até 20 pessoas por grupo.

No sábado (20), o museu realiza as “Oficinas de Ateliê – Crochê: usando as mãos”, das 14h às 16h, para pessoas surdas ou sinalizantes em Libras a partir de 15 anos. A atividade busca facilitar a apreciação das obras da exposição “Leonilson e Das Amizades” por meio da prática do crochê, oferecendo uma experiência de mediação e participação, além de explorar e discutir a arte manual utilizando sua primeira língua, enquanto dialoga sobre vida, arte, artistas e suas criações. A mediação será feita pela tradutora e intérprete de Libras, supervisora de acessibilidade da Pinacoteca, Alana Oliveira. São disponibilizadas 10 vagas.

 

Também no sábado (20), o público é convidado a participar de uma visita mediada temática no “Percursos Entrelaçados: Escritas em rota”. Nesta edição, a atividade propõe pensar a comunicação para além das grafias já conhecidas. Durante o percurso, serão propostas interseções sobre escritas e como elas se propõem imageticamente no trabalho dos artistas a partir de suas obras. Com classificação indicativa livre, a ação ocorre das 16h às 17h na exposição “Leonilson e Das Amizades”. A mediação será de Wallison Azevedo e Janaína Bento.

Programação para a família

No domingo (21), a meninada é convidada para a ação “Antonio Bandeira para Crianças: abstrações”. A atividade ocorre dentro das ações do Ateliê Criança Cria e tem duas edições, uma das 10h às 11h e outra das 15h às 16h. A proposta é explorar criações abstratas por meio da monotipia – técnica de impressão simples, que consiste na reprodução de um desenho ou mancha de cor. A atividade é inspirada nas obras da exposição “Amar se aprende amando”, que celebra o centenário do artista cearense Antonio Bandeira. A visita é indicada para crianças a partir dos 3 anos de idade e será mediada por Beatriz Gurgel e Amanda Oliveira.

SOBRE A PINACOTECA

Inaugurada em 3 de dezembro de 2022, a Pinacoteca do Ceará tem a missão de salvaguardar, preservar, pesquisar e difundir a coleção de arte do Governo do Estado, sendo espaço de ações formativas com artistas, comunidade escolar, famílias, movimentos sociais, organizações não-governamentais e demais profissionais do campo das artes e da cultura. Trata-se de um espaço de experimentação, pesquisa e reflexão para promover o diálogo entre arte e educação a partir de práticas artísticas.

SERVIÇO

O que: Programação da Pinacoteca do Ceará – 18 a 21 de abril

> Quinta-feira, 18.4
15h
Conversa de Ateliê “Cosmopigmentação: Filosofando com a arte indígena contemporânea”
Com Merremii Karão Jaguaribaras
Onde: Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará
Classificação indicativa: Livre
20 vagas | Inscrições de 15 a 17 de abril no link disponível AQUI
Acessível em Libras

> Sexta-feira, 19.4
15h às 16h
Visitas Mediadas
Onde: Mostra Bonito pra Chover e exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação indicativa: Livre
Acessível em Libras

> Sexta-feira, 19.4
18h
Aula Aberta “Os territórios da artemídia e os desafios da sua conservação”
Com André Parente
Onde: Auditório da Pinacoteca do Ceará
Classificação indicativa: Livre
100 vagas
Acessível em Libras

> Sábado, 20.4
14h às 16h
Oficinas de Ateliê – Crochê: usando as mãos
Mediação: Alana Oliveira
Onde: Ateliê 3 da Pinacoteca do Ceará
Classificação indicativa: Livre
Para pessoas surdas e sinalizantes em Libras a partir de 15 anos
10 vagas | Inscrições por ordem de chegada
Acessível em Libras

> Sábado, 20.4
15h às 16h
Visitas Mediadas
Onde: Mostra Bonito pra chover e exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação indicativa: Livre
Acessível em Libras

> Sábado, 20.4
16h às 17h
Percursos Entrelaçados: Escritas em Rota
Mediação: Wallison Azevedo e Janaína Bento
Onde: Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades”
Classificação indicativa: Livre
Acessível em Libras

> Domingo, 21.4
10h às 11h | 15h às 16h
Antonio Bandeira para Crianças: abstrações
Mediação: Beatriz Gurgel e Amanda Oliveira
Onde: Exposição “Amar se Aprende Amando” e Ateliê 1 da Pinacoteca do Ceará
Classificação indicativa: crianças a partir dos 3 anos
Acessível em Libras

> Todas as atividades são gratuitas.
> As obras em exposição têm diferentes classificações indicativas. Atente para a sinalização daquelas não recomendadas para crianças ou adolescentes.
> A programação infantil requer sempre o acompanhamento de um adulto responsável por cada criança.
> A Pinacoteca do Ceará dispõe dos seguintes recursos de acessibilidade: audiodescrição, abafadores de ruídos, videoguias em Libras, cadeira de rodas, intérpretes de Libras e peças táteis

Em cartaz:

Mostra “Bonito Pra Chover”:
“No Lápis da Vida Não Tem Borracha” – até 1º de setembro de 2024
“Amar se Aprende Amando” – até 1º de setembro de 2024

Exposição “Leonilson: Montanhas protetoras e ao longe, vulcões, rios, furacões, mares, abismos e Das amizades” – até 26 de maio de 2024.

Mostra Acervo Pinacoteca do Ceará

Visitas de quinta a sábado, das 12h às 20h, e domingos, de 10h às 18h.

 

Texto de Alessandro Fernandes, sob supervisão de Raphaelle Batista.
Contato: [email protected]

OUTRAS NOTÍCIAS

Pular para o conteúdo